terça-feira, 31 de maio de 2016

O jogo, e as diferentes formas de brincar....

"O jardim-de-infância é um contexto ideal para o jogo, a imaginação e a criatividade,actividades que são mesmo importantes quando as crianças estão para dar um passo em frente. O jogo, escreve Vigotsky,
é o método próprio da aprendizagem das crianças: “o jogo cria uma zona de desenvolvimento próximo para a criança... no jogo é como se estivesse uma cabeça acima da sua.” Muitas vezes basta dar espaço
ao jogo das crianças para que elas próprias inventem diferentes formas de brincar. 
Há vários elementos que podem ser incluídos no jogo das crianças para as ajudar a dar um passo em frente. Um é a visualização de um objecto que não existe. Uma cadeira pode transformar-se num barco.
Essa capacidade de visualização – dando significado a um objecto – é um aspecto importante para o desenvolvimento do pensamento abstracto, por outras palavras, para encontrar uma nova orientação
de pensamento. O jogo faz naturalmente parte do jardim-de-infância e as crianças têm muitas oportunidades para descobrir novas orientações de pensamento."

Leif Strandberg, Redescobrir Vigotsky - destacável noesis,77
















Foi o que experimentámos fazer usando objetos do quotidiano e dar-lhe outras utilizações... claro que para uns meninos foi mais fácil do que outros... mas... quanto mais tiverem a possibilidade de desenvolver a imaginação,  as possibilidades de se abstrairem da sua forma/significado, vão potenciar a sua capacidade de abstração e ao apoiar o desenvolvimento das crianças, tanto estas como os adultos se podem  divertir....


Sem comentários:

Enviar um comentário